Você está aqui: Home » Nadador » Voltando a submergir

Voltando a submergir

“Se durante a prova de borboleta a prova é iniciada, o atleta golfinha até os 15 metros e depois volta a submergir e golfinhar, isso pode?”

Não.

Como nas provas de livre e costas, o nado borboleta permite que o atleta fique completamente submerso até a linha dos 15 metros depois da saída e depois de cada virada.

Quando iniciar o movimento das braçadas, o atleta não pode mais ficar submerso, visto que durante a prova, exceto nesta parte dos 15 metros, o atleta tem que quebrar a superfície da água com alguma parte de seu corpo, até chegar à próxima virada ou à chegada:

SW 8.5 At the start and at turns, a swimmer is permitted one or more leg kicks and one arm pull under the water, which must bring him to the surface. It shall be permissible for a swimmer to be completely submerged for a distance of not more than 15 metres after the start and after each turn. By that point, the head must have broken the surface. The swimmer must remain on the surface until the next turn or finish.

Ou seja, a partir do momento que o atleta deu a primeira “puxada” da braçada, ele já deve estar quase que quebrando a superfície d’água.

Você pode até perguntar: tá, mas e se ele sair nos quinze metros e continuar com o braço extentido, só fazendo a golfinhada, isso é legal?

Não.

SW 8.2 Both arms shall be brought forward together over the water and brought backward simultaneously through-out the race, subject to SW 8.5.

Ambos os braços devem ser levados à frente e acima do nível da água e trazido para trás simultaneamente DURANTE a prova, exceto no caso previsto (submerso depois das viradas ou da saída). Esta regra, inclusive, é um grande problema para atletas mirins, petiz e masters, pois são vários os casos de nadadores que durante o percurso “cansam” e acabam arrastando o braço na água, às vezes fazendo de forma alternada e outras tantas nem conseguindo tirar o braço d’água. É onde ocorre a desclassificação.

O nado de borboleta é o mais belo dos 4 estilos. No entanto, é preciso muito treino para conseguir realizar um nado dentro das regras, e mais ainda para obter grandes resultados!

Como curiosidade, quem nunca viu a prova de 100m borboleta mais disputada da história olímpica:

Árbitro de Natação

Olá, eu sou o árbitro de natação e adoro discutir sobre regras de natação. Leia, releia, discuta e conheça as regras que movimentam o nosso esporte.

http://www.regrasdenatacao.com.br/

4 comentários

  1. posso bater perna na virada do costas?

    • Sim, no problem 😉

  2. Já vi há alguns anos atrás, em um campeonato Master, nadadores realizarem o nado borboleta com pernada de peito ao invés de ondulação. Isso é regular? Lembro que na ocasião disseram ser uma “exceção à regra” para as categorias Masters. Isso confere?

    • Mentira , não existe isso!
      O atleta deveria ter sido desclassificado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *