Revezamentos mistos: tempo de abertura

Written on:dezembro 2, 2014
Comments
Add One

Chegamos ao fim de 2014 e este é o 3º ano em que os revezamentos mistos são tratados como oficials pela Federação Internacional, incluindo recordes mundiais. No entanto, quando falamos em natação master, o revezamento misto já fazia parte do programa de provas desde o início.

medalha_prata

Os revezamento mistos oficialmente reconhecidos são:

  • Para piscina longa: 4x100m livre e 4x100m medley
  • Para piscina curta: 4x50m livre e 4x50m medley

As características de um revezamento misto são as quase as mesmas que um revezamento tradicional, exceto por 2 itens:

  • As equipes de revezamento devem obrigatoriamente ser compostas de 2 homens e 2 mulheres (já houve quem pensasse que revezamento misto poderia ser 3 homens e 1 mulher, o que é errado);
  • O tempo de abertura do revezamento misto não pode ser considerado oficial, tanto para efeito de tempo individual quanto para validar qualquer recorde.

Além disso, todas as parciais (tempos obtidos pelo 2º, 3º e 4º atleta) de qualquer revezamento não podem ser utilizadas como tempos oficiais porque serão tempos obtidos fora do padrão de saída (os atletas se lançam n’água).

Uma dúvida comum e até um erro que está incorrendo bastante no Brasil é a oficialização dos tempos de abertura de revezamento mistos, o que está errado. O motivo é simples: como pode abrir um homem ou uma mulher, a prova não se dá em “condições de igualdade” e portanto pode haver um benefício externo aos atletas por conta dessa diferença de sexo.

SW 12.11 The first swimmer in a relay, except in mixed relays, may apply for a World Record. Should the first swimmer in a relay team complete his distance in record time in accordance with the provisions of this subsection, his performance shall not be nullified by any subsequent disqualification of his relay team for violations occurring after his distance has been completed.

Apesar da regra dizer apenas para recorde mundial, uma atualização na regra, que entrará em vigor no dia 01/01/2015 estará mais clara quanto a oficialização do resultado de abertura de revezamento misto.

Para ilustrar bem a situação, em 2007 durante o Duel in The Pool, a australiana Lisbeth Lenton abriu o revezamento da equipe no 4x100m livre junto com nada menos que Michael Phelps. Ela marcou 52.99, abaixo da marca mundial da época, mas o tempo não foi homologado porque ela foi “beneficiada” pelo nado mais veloz de Michael Phelps (o popular “vácuo”).

 

A chegada do nado peito e a falsa golfinhada

Written on:setembro 7, 2014
Screen Shot 2014-09-07 at 11.30.29

O atleta Felipe França, campeão mundial dos 50m peito, já se envolveu com algumas polêmicas ao longo de sua carreira, tanto em competições nacionais como em internacionais. No Brasil, já foi declassificado por golfinhadas irregulares durante a prova de peito, e em Campeonato Mundial usava e abusava de um artifício irregular mas que era praticamente impossível de detectar ao olho humano fora d’água, apenas com uso de câmera subaquática: as múltiplas…

Read more...

CBDA indica 8 árbitros para o quadro da FINA

Written on:fevereiro 27, 2014
FINA_logo_standard_color_small

Durante o 4o. Encontro Nacional de Árbitros de Natação, realizado de 21 a 23 de fevereiro, em Campo Grande/MS, a CBDA aproveitou para anunciar o nome de 8 árbitros para a futura lista número 18 da FINA. As indicações ainda precisam passar pelo aval da FINA: Regina Alves Thon, Paraná Daniel Javier Schneider, São Paulo Anderson Osório, Rio Grande do Sul Renato Melo Ferreira, Minas Gerais Andréa Coelho, Ceará Sandro…

Read more...

Vídeo: como é uma virada de costas regular

Written on:fevereiro 4, 2014
flip-turn

Recebemos uma contribuição de um português, Tiago Marques, que nos enviou o seguinte vídeo – muito esclarecedor e importante – e ele faz uma pergunta: a situação 3 não era para ser perfeitamente legal? A resposta é: depende. A análise dos caso 3 não pode ser considerada legítima, pois ele não começou imediatamente a execução da virada quando seus dois braços estavam na altura da cintura. Mas toda a ação…

Read more...