segunda-feira, julho 22, 2024
InícioÁrbitroRevezamentos mistos: tempo de abertura

Revezamentos mistos: tempo de abertura

Chegamos ao fim de 2014 e este é o 3º ano em que os revezamentos mistos são tratados como oficials pela Federação Internacional, incluindo recordes mundiais. No entanto, quando falamos em natação master, o revezamento misto já fazia parte do programa de provas desde o início.

medalha_prata

Os revezamento mistos oficialmente reconhecidos são:

  • Para piscina longa: 4x100m livre e 4x100m medley
  • Para piscina curta: 4x50m livre e 4x50m medley

As características de um revezamento misto são as quase as mesmas que um revezamento tradicional, exceto por 2 itens:

  • As equipes de revezamento devem obrigatoriamente ser compostas de 2 homens e 2 mulheres (já houve quem pensasse que revezamento misto poderia ser 3 homens e 1 mulher, o que é errado);
  • O tempo de abertura do revezamento misto não pode ser considerado oficial, tanto para efeito de tempo individual quanto para validar qualquer recorde.

Além disso, todas as parciais (tempos obtidos pelo 2º, 3º e 4º atleta) de qualquer revezamento não podem ser utilizadas como tempos oficiais porque serão tempos obtidos fora do padrão de saída (os atletas se lançam n’água).

Uma dúvida comum e até um erro que está incorrendo bastante no Brasil é a oficialização dos tempos de abertura de revezamento mistos, o que está errado. O motivo é simples: como pode abrir um homem ou uma mulher, a prova não se dá em “condições de igualdade” e portanto pode haver um benefício externo aos atletas por conta dessa diferença de sexo.

SW 12.11 The first swimmer in a relay, except in mixed relays, may apply for a World Record. Should the first swimmer in a relay team complete his distance in record time in accordance with the provisions of this subsection, his performance shall not be nullified by any subsequent disqualification of his relay team for violations occurring after his distance has been completed.

Apesar da regra dizer apenas para recorde mundial, uma atualização na regra, que entrará em vigor no dia 01/01/2015 estará mais clara quanto a oficialização do resultado de abertura de revezamento misto.

Para ilustrar bem a situação, em 2007 durante o Duel in The Pool, a australiana Lisbeth Lenton abriu o revezamento da equipe no 4x100m livre junto com nada menos que Michael Phelps. Ela marcou 52.99, abaixo da marca mundial da época, mas o tempo não foi homologado porque ela foi “beneficiada” pelo nado mais veloz de Michael Phelps (o popular “vácuo”).

 

Árbitro de Nataçãohttp://www.regrasdenatacao.com.br/
Olá, eu sou o árbitro de natação e adoro discutir sobre regras de natação. Leia, releia, discuta e conheça as regras que movimentam o nosso esporte.
RELATED ARTICLES

1 COMENTÁRIO

  1. Acho ridículo isso! OS tempos de abertura de TODOS OS REVEZAMENTOS, inclusive os MISTOS, deveriam SIM ser homologados como records, tanto no feminino quanto no masculino!!!

Most Popular

Recent Comments

ALCIDES PEREIRA DA SILVA on Vídeo: como é uma virada de costas regular
Lidyane Maciel on As categorias no Brasil
Bruno Gouvea on A saída de mergulho
Guilherme da Silva on Nado borboleta na categoria master
Maria Salete ribeiro on As categorias no Brasil
GABRIELA AMANCIO VELOSO on Como é calculado o índice técnico
Sandra Belarmina da Silva Rodrigues on As categorias no Brasil
Anonimo on Regras oficiais
Victor hugo on A saída de mergulho
Marco Túlio Vichinski Rocha on As categorias no Brasil
Gilson Ataides Rodrigues on As categorias no Brasil
Marcia on Regras oficiais
Fabiana Machado Santos on As categorias no Brasil
José Carlos on Regras oficiais
Eduardo Alvim on Regras oficiais
Marco Batista on Entre em contato!
Marco Aurélio Marques Batista on Entre em contato!
Marco Aurélio Marques Batista on Árbitros brasileiros relacionados na FINA
wendell de oliveira freire on Entre em contato!
luis on Regras oficiais
Erlon Pinheiro on Regras oficiais
paulo roberto de souza on Regras oficiais
Natan Cyrino Volpini on Entre em contato!
Natan Cyrino Volpini on Perfil: Marcelo Falcão
hudson furlanetto silva on Virada errada de costas
Fenelon Vieira de Carvalho on Como é feito um balizamento?
miguel on Regras oficiais
Ninfa Aliaga Tello on Perfil: Marcelo Falcão
arbitro on Regras oficiais
Eduardo on Regras oficiais
Fernando Franco on A saída de mergulho
Fenelon Vieira de Carvalho on Mudanças no nado peito
arbitro on Regras oficiais
Julio Cesar on A posição dos pés
Ronaldo Marra on A posição dos pés
arbitro on Trajes aprovados
celso dolivo on Trajes aprovados
Germano Colling on A posição dos pés
jose estevam simoes on Entre em contato!
Ernesto Lima Filho on Entre em contato!
LUIZ FERNANDO on As categorias no Brasil
Daniel Takata on Swim-off: o que é isso?
Alexandre on A saída de mergulho
Adalberto on Voltando a submergir
Adalberto on Regras oficiais
Andréa Coêlho on Regras oficiais