sábado, março 2, 2024
InícioÁrbitroUm impulso para o nado costas

Um impulso para o nado costas

O nado de costas pode ser considerado o pioneiro em grandes mudanças nas regras da natação. Primeiro foi a limitação de submerso até os 15 metros, chegando até ao movimento antes da virada.

No Congresso Mundial da FINA, realizado esta semana em Moscou, o Blog do Coach trouxe uma informação interessante sobre uma proposta para os costistas: um apoio para os pés dentro d’água.

https://sportv.globo.com/platb/blogdocoach/2012/11/01/novo-acessorio-para-saida-de-costas-vem-ai/

A sugestão de mudança foi sugerida por um dos membros da Comissão de Atletas da FINA, o campeoníssimo norte-americano Aaron Peirsol, e seu argumento é válido: com as mudanças nos blocos, só o nado de costas que não pode tirar proveito da vantagem de impulso.

Não será um equipamento fixo, mas sim móvel, sendo que logo após a saída cada árbitro poderá retirar d’água, não afetando as viradas.

O Conselho Técnico da FINA estará reunido em Istambul, durante o Campeonato Mundial de Piscina Curta, em dezembro, para discutir sobre essa proposta e, se aceita, será muito provável que já a veremos em ação no Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos, em julho do ano que vem em Barcelona.

Árbitro de Nataçãohttp://www.regrasdenatacao.com.br/
Olá, eu sou o árbitro de natação e adoro discutir sobre regras de natação. Leia, releia, discuta e conheça as regras que movimentam o nosso esporte.
RELATED ARTICLES

1 COMENTÁRIO

  1. AQUI NO BRASIL SÃO POUCAS PISCINAS COM O NOVO BLOCO AS QUE TEM OS CARAS DO FUTEBOL QUEREM DERRUBAR PARA FAZER COPA DO MUNDO, ESSA EVOLUÇÃO SE FOR APROVADA VAI DEMORAR MUITO PARA OS COSTISTAS BRASILEIROS APROVEITAREM A INOVAÇÃO OS UNICOS QUE TERIAM ESTRUTURA PARA TER ESSE NOVO EQUIPAMENTO SERIA: MINAS, PINHEIROS, UNISANTA, NAUTICO UNIÃO, CORINTHIANS, SESI-SP E O PRO16

Most Popular

Recent Comments

ALCIDES PEREIRA DA SILVA on Vídeo: como é uma virada de costas regular
Lidyane Maciel on As categorias no Brasil
Bruno Gouvea on A saída de mergulho
Guilherme da Silva on Nado borboleta na categoria master
Maria Salete ribeiro on As categorias no Brasil
GABRIELA AMANCIO VELOSO on Como é calculado o índice técnico
Sandra Belarmina da Silva Rodrigues on As categorias no Brasil
Anonimo on Regras oficiais
Victor hugo on A saída de mergulho
Marco Túlio Vichinski Rocha on As categorias no Brasil
Gilson Ataides Rodrigues on As categorias no Brasil
Marcia on Regras oficiais
Fabiana Machado Santos on As categorias no Brasil
José Carlos on Regras oficiais
Eduardo Alvim on Regras oficiais
Marco Batista on Entre em contato!
Marco Aurélio Marques Batista on Entre em contato!
Marco Aurélio Marques Batista on Árbitros brasileiros relacionados na FINA
wendell de oliveira freire on Entre em contato!
luis on Regras oficiais
Erlon Pinheiro on Regras oficiais
paulo roberto de souza on Regras oficiais
Natan Cyrino Volpini on Entre em contato!
Natan Cyrino Volpini on Perfil: Marcelo Falcão
hudson furlanetto silva on Virada errada de costas
Fenelon Vieira de Carvalho on Como é feito um balizamento?
miguel on Regras oficiais
Ninfa Aliaga Tello on Perfil: Marcelo Falcão
arbitro on Regras oficiais
Eduardo on Regras oficiais
Fernando Franco on A saída de mergulho
Fenelon Vieira de Carvalho on Mudanças no nado peito
arbitro on Regras oficiais
Julio Cesar on A posição dos pés
Ronaldo Marra on A posição dos pés
arbitro on Trajes aprovados
celso dolivo on Trajes aprovados
Germano Colling on A posição dos pés
jose estevam simoes on Entre em contato!
Ernesto Lima Filho on Entre em contato!
LUIZ FERNANDO on As categorias no Brasil
Daniel Takata on Swim-off: o que é isso?
Alexandre on A saída de mergulho
Adalberto on Voltando a submergir
Adalberto on Regras oficiais
Andréa Coêlho on Regras oficiais