segunda-feira, julho 22, 2024
InícioÁrbitroSair da piscina antes dos adversários chegarem

Sair da piscina antes dos adversários chegarem

Um leitor nos escreveu uma dúvida que não se aplica só à prova em questão, mas em todas:

“NÃO ACHEI NADA NA REGRA DA NATAÇÃO SOBRE O SEGUINTE:
Em uma prova de 1500 metros livre um nadador terminou a sua participação em primeiro lugar. Entretanto ele decide por sair da piscina logo assim que completou a distância, mesmo antes que os demais concorrentes tenham terminado as suas respectivas participações. No meu entender a prova só é considerada como encerrada quando o último retardatário encerra a sua participação. Pergunta: Esse nadador que saiu da piscina antes dos demais concorrentes terem completado a prova, ou seja, antes da prova ter sido encerrada, será desclassificado?”

A análise do leitor está errada. O nadador não pode ser desclassificado porque saiu da água antes de todos os outros competidores terem completado a prova. O fato ainda é considerado normal em provas longas.

A atitude anti-desportiva, motivo usado apenas pelo árbitro geral para desclassificar algum atleta, não é um caso raro de acontecer, mas para que ele aconteça a atitude realmente tem que ser desrespeitosa, ofensiva e/ou prejudicial.

Vejamos uma comparação apenas para efeitos didáticos. Numa prova eliminatória de 1500m livre, a primeira série tem atletas com tempos de 20 minutos e tem um atleta, como por exemplo Oussama Mellouli, que tem 15 minutos. Ele completa a prova e, porque precisa competir em uma outra prova mais tarde, decide sair da piscina enquanto a prova ainda está em andamento, porque precisa relaxar, soltar-se ou ainda para conversar com seu técnico.

Não há nada de intenção ofensiva ou que prejudique os outros atletas que ainda estão competindo. O desrespeito é muito subjetivo em analisar, e a atitude tomada foi uma escolha pessoal do atleta pensando nele próprio. Não há nada de errado nisso.

Outra situação em que a palavra “desrespeito” costuma ser usada é nas comemorações exacerbadas na chegada, como por exemplo César Cielo no Mundial de Roma 2009, ou ainda dos sul-africanos na vitória do 4x100m livre masculino na Olimpíada de Atenas:

Os gestos, claro, podem ser considerados ofensivos aos adversários, mas isso é parte do esporte competitivo: foi uma comemoração, nada mais. Campeão mundial ou olímpico, quem não gostaria de comemorar assim?

O mesmo se aplica às saídas adiantadas da piscina antes do término da prova. Faz parte do esporte competitivo.

Portanto, a resposta ao questionamento do leitor é: não, o atleta não deve ser desclassificado se sair da piscina antes do término da prova.

Não existe nada na regra da FINA abordando tal assunto. Apenas para provas de revezamento:

SW 10.14 Any swimmer having finished his race, or his distance in a relay event, must leave the pool as soon as possible without obstructing any other swimmer who has not yet finished his race. Otherwise the swimmer committing the fault, or his relay team, shall be disqualified.

Para revezamentos, assim que o atleta completou sua parte, deve sair da água o mais rápido possível sem atrapalhar os adversários.
Já a desclassificação por sair da água antes tentando obstruir os outros adversários, daí há uma regra específica para isso:

SW 10.7 Obstructing another swimmer by swimming across another lane or otherwise interfering shall disqualify the offender. Should the foul be intentional, the referee shall report the matter to the Member promoting the race, and to the Member of the swimmer so offending.

Artigo anterior
Próximo artigo
Árbitro de Nataçãohttp://www.regrasdenatacao.com.br/
Olá, eu sou o árbitro de natação e adoro discutir sobre regras de natação. Leia, releia, discuta e conheça as regras que movimentam o nosso esporte.
RELATED ARTICLES

Most Popular

Recent Comments

ALCIDES PEREIRA DA SILVA on Vídeo: como é uma virada de costas regular
Lidyane Maciel on As categorias no Brasil
Bruno Gouvea on A saída de mergulho
Guilherme da Silva on Nado borboleta na categoria master
Maria Salete ribeiro on As categorias no Brasil
GABRIELA AMANCIO VELOSO on Como é calculado o índice técnico
Sandra Belarmina da Silva Rodrigues on As categorias no Brasil
Anonimo on Regras oficiais
Victor hugo on A saída de mergulho
Marco Túlio Vichinski Rocha on As categorias no Brasil
Gilson Ataides Rodrigues on As categorias no Brasil
Marcia on Regras oficiais
Fabiana Machado Santos on As categorias no Brasil
José Carlos on Regras oficiais
Eduardo Alvim on Regras oficiais
Marco Batista on Entre em contato!
Marco Aurélio Marques Batista on Entre em contato!
Marco Aurélio Marques Batista on Árbitros brasileiros relacionados na FINA
wendell de oliveira freire on Entre em contato!
luis on Regras oficiais
Erlon Pinheiro on Regras oficiais
paulo roberto de souza on Regras oficiais
Natan Cyrino Volpini on Entre em contato!
Natan Cyrino Volpini on Perfil: Marcelo Falcão
hudson furlanetto silva on Virada errada de costas
Fenelon Vieira de Carvalho on Como é feito um balizamento?
miguel on Regras oficiais
Ninfa Aliaga Tello on Perfil: Marcelo Falcão
arbitro on Regras oficiais
Eduardo on Regras oficiais
Fernando Franco on A saída de mergulho
Fenelon Vieira de Carvalho on Mudanças no nado peito
arbitro on Regras oficiais
Julio Cesar on A posição dos pés
Ronaldo Marra on A posição dos pés
arbitro on Trajes aprovados
celso dolivo on Trajes aprovados
Germano Colling on A posição dos pés
jose estevam simoes on Entre em contato!
Ernesto Lima Filho on Entre em contato!
LUIZ FERNANDO on As categorias no Brasil
Daniel Takata on Swim-off: o que é isso?
Alexandre on A saída de mergulho
Adalberto on Voltando a submergir
Adalberto on Regras oficiais
Andréa Coêlho on Regras oficiais