sábado, junho 22, 2024
InícioNadadorDois superaram o recorde...

Dois superaram o recorde…

…mas porquê apenas aparece um como recordista oficial?

Pode ser 3, 4 ou até 12 nadadores que superaram qualquer recorde oficial, mas apenas o primeiro deles é que terá o nome estampado na tabela de recordes, seja regional, estadual, brasileiro, sul-americano, pan-americano, olímpico ou mundial.

SW 12.8 Times which are equal to 1/100 of a second will be recognised as equal records and swimmers achieving these equal times will be called “Joint Holders”. Only the time of the winner of a race may be submitted for a World Record. In the event of a tie in a record-setting race, each swimmer who tied shall be considered a winner.

Na verdade, a questão envolvida é o “race”. Se na 1a. série de uma prova o atleta supera o recorde mundial, e daí na 2a. série esse “novo” recorde é novamente superado, os dois recordes são validados como oficiais, e o recorde mais atual passa a ser do campeão da 2a. série. Mas o atleta que bateu o recorde na 1a. série também terá a honra de estar na lista de recordistas, mesmo que por um breve momento…
No entanto, se os dois atletas nadarem a mesma série, apenas o campeão será considerado recordista, mesmo se o 2o. atleta nadou abaixo do recorde.
“Race” é uma série de uma prova (“event”). Cada “race” pode ter de 1 a “x” nadadores, de acordo com o número de raias na piscina. Obviamente a definição de cada “race” é obtida pelo sistema de balizamento. Assim, cada “race” passa a se chamar “heat 1”, “heat 2” etc.
Se houver empate, naturalmente os dois nadadores terão o privilégio de estampar o nome na lista de recordistas. Se o recorde for igualado, o novo recordista e o recordista anterior farão parte da nova tabela de recordes.
Árbitro de Nataçãohttp://www.regrasdenatacao.com.br/
Olá, eu sou o árbitro de natação e adoro discutir sobre regras de natação. Leia, releia, discuta e conheça as regras que movimentam o nosso esporte.
RELATED ARTICLES

Most Popular

Recent Comments

ALCIDES PEREIRA DA SILVA on Vídeo: como é uma virada de costas regular
Lidyane Maciel on As categorias no Brasil
Bruno Gouvea on A saída de mergulho
Guilherme da Silva on Nado borboleta na categoria master
Maria Salete ribeiro on As categorias no Brasil
GABRIELA AMANCIO VELOSO on Como é calculado o índice técnico
Sandra Belarmina da Silva Rodrigues on As categorias no Brasil
Anonimo on Regras oficiais
Victor hugo on A saída de mergulho
Marco Túlio Vichinski Rocha on As categorias no Brasil
Gilson Ataides Rodrigues on As categorias no Brasil
Marcia on Regras oficiais
Fabiana Machado Santos on As categorias no Brasil
José Carlos on Regras oficiais
Eduardo Alvim on Regras oficiais
Marco Batista on Entre em contato!
Marco Aurélio Marques Batista on Entre em contato!
Marco Aurélio Marques Batista on Árbitros brasileiros relacionados na FINA
wendell de oliveira freire on Entre em contato!
luis on Regras oficiais
Erlon Pinheiro on Regras oficiais
paulo roberto de souza on Regras oficiais
Natan Cyrino Volpini on Entre em contato!
Natan Cyrino Volpini on Perfil: Marcelo Falcão
hudson furlanetto silva on Virada errada de costas
Fenelon Vieira de Carvalho on Como é feito um balizamento?
miguel on Regras oficiais
Ninfa Aliaga Tello on Perfil: Marcelo Falcão
arbitro on Regras oficiais
Eduardo on Regras oficiais
Fernando Franco on A saída de mergulho
Fenelon Vieira de Carvalho on Mudanças no nado peito
arbitro on Regras oficiais
Julio Cesar on A posição dos pés
Ronaldo Marra on A posição dos pés
arbitro on Trajes aprovados
celso dolivo on Trajes aprovados
Germano Colling on A posição dos pés
jose estevam simoes on Entre em contato!
Ernesto Lima Filho on Entre em contato!
LUIZ FERNANDO on As categorias no Brasil
Daniel Takata on Swim-off: o que é isso?
Alexandre on A saída de mergulho
Adalberto on Voltando a submergir
Adalberto on Regras oficiais
Andréa Coêlho on Regras oficiais