sábado, março 2, 2024
InícioNadadorNão consegui fazer a última braçada...

Não consegui fazer a última braçada…

Ninguém treina pra fazer uma prova ruim. Mas o imprevisto na chegada e viradas pode acontecer, o famoso “não encaixou”. Nas provas com nado borboleta e nado peito existem particularidades quanto à última braçada antes da chegada ou virada.

No nado de peito, antes das viradas e da chegada é permitido ao atleta tirar o cotovelo pra fora d’água durante o movimento da última braçada antes do toque. Dá uma sensação de que o atleta estará fazendo uma braçada de borboleta, mas é apenas consequência do movimento que joga os dois braços contra a parede, afundando a cabeça e subindo a perna – o que às vezes é confundido com uma golfinhada, mas não é.

SW 7.3 The hands shall be pushed forward together from the breast on, under, or over the water. The elbows shall be under water except for the final stroke before the turn, during the turn and for the final stroke at the finish. The hands shall be brought back on or under the surface of the water. The hands shall not be brought back beyond the hip line, except during the first stroke after the start and each turn.

Mas e se você já deu a última braçada, esticou ao máximo e ainda está longe da parede, pode dar mais uma braçada curtinha pra chegar?

Sim, você ainda pode dar essa “braçadinha”.

SW 7.2 From the beginning of the first arm stroke after the start and after each turn, the body shall be on the breast.  It is not permitted to roll onto the back at any time.  From the start and throughout the race the stroke cycle must be one arm stroke and one leg kick in that order. All movements of the arms shall be simultaneous and on the same horizontal plane without alternating movement.

No nado borboleta, nas viradas e chegada muito cuidado com o movimento incompleto da braçada. Se você estava com o braço esticado pra virar ou chegar, e de repente decide dar mais uma braçada quando novamente decide voltar com o braço esticado, você pode ser desclassificado. Isso porque quando você inicia a braçada tem que completar o ciclo, que é passar o braço até a altura da cintura e voltar com os braços sobre o nível d’água.

SW 8.2 Both arms shall be brought forward together over the water and brought backward simultaneously through-out the race, subject to SW 8.5.

Então, cuidado nestas viradas e chegadas! As regras de cada nado aplicam-se também às provas individuais e de revezamento medley.
Artigo anterior
Próximo artigo
Árbitro de Nataçãohttp://www.regrasdenatacao.com.br/
Olá, eu sou o árbitro de natação e adoro discutir sobre regras de natação. Leia, releia, discuta e conheça as regras que movimentam o nosso esporte.
RELATED ARTICLES

Most Popular

Recent Comments

ALCIDES PEREIRA DA SILVA on Vídeo: como é uma virada de costas regular
Lidyane Maciel on As categorias no Brasil
Bruno Gouvea on A saída de mergulho
Guilherme da Silva on Nado borboleta na categoria master
Maria Salete ribeiro on As categorias no Brasil
GABRIELA AMANCIO VELOSO on Como é calculado o índice técnico
Sandra Belarmina da Silva Rodrigues on As categorias no Brasil
Anonimo on Regras oficiais
Victor hugo on A saída de mergulho
Marco Túlio Vichinski Rocha on As categorias no Brasil
Gilson Ataides Rodrigues on As categorias no Brasil
Marcia on Regras oficiais
Fabiana Machado Santos on As categorias no Brasil
José Carlos on Regras oficiais
Eduardo Alvim on Regras oficiais
Marco Batista on Entre em contato!
Marco Aurélio Marques Batista on Entre em contato!
Marco Aurélio Marques Batista on Árbitros brasileiros relacionados na FINA
wendell de oliveira freire on Entre em contato!
luis on Regras oficiais
Erlon Pinheiro on Regras oficiais
paulo roberto de souza on Regras oficiais
Natan Cyrino Volpini on Entre em contato!
Natan Cyrino Volpini on Perfil: Marcelo Falcão
hudson furlanetto silva on Virada errada de costas
Fenelon Vieira de Carvalho on Como é feito um balizamento?
miguel on Regras oficiais
Ninfa Aliaga Tello on Perfil: Marcelo Falcão
arbitro on Regras oficiais
Eduardo on Regras oficiais
Fernando Franco on A saída de mergulho
Fenelon Vieira de Carvalho on Mudanças no nado peito
arbitro on Regras oficiais
Julio Cesar on A posição dos pés
Ronaldo Marra on A posição dos pés
arbitro on Trajes aprovados
celso dolivo on Trajes aprovados
Germano Colling on A posição dos pés
jose estevam simoes on Entre em contato!
Ernesto Lima Filho on Entre em contato!
LUIZ FERNANDO on As categorias no Brasil
Daniel Takata on Swim-off: o que é isso?
Alexandre on A saída de mergulho
Adalberto on Voltando a submergir
Adalberto on Regras oficiais
Andréa Coêlho on Regras oficiais