sábado, maio 18, 2024
InícioÁrbitroArbitragem brasileira sem representantes na natação dos Jogos de Tóquio 2020

Arbitragem brasileira sem representantes na natação dos Jogos de Tóquio 2020

Reprodução do Blog do Coach (link)

Por Alexandre Pussieldi, SporTV
14/12/2019 13h21

Não sei ao certo quantas Olimpíadas consecutivas, mas Tóquio 2020 vai marcar a quebra de uma sequência de representantes da arbitragem brasileira na natação dos Jogos Olímpicos. A FINA anunciou ontem a lista dos árbitros internacionais que estarão na competição (link), e o Brasil ficou de fora da lista. 

São 21 árbitros anunciados, mais dois juízes de partida. Entre eles, representantes dos cinco continentes. Nas Américas, são cinco árbitros. Estados Unidos, Argentina, Bermudas, Canadá e Aruba. 

Ainda não conseguimos apurar ao certo qual o motivo exato da ausência do árbitro brasileiro na lista. Algumas fontes falam que a lista teria sido escolhida por um árbitro argentino, outros garantem que a CBDA não enviou o formulário dentro do prazo exigido pela FINA. 

O que é confirmado é que o Brasil está fora da arbitragem olímpica. Uma tradição que começou lá trás, quando o saudoso Ruben Márcio Dinard colocou a arbitragem da natação no mapa mundial. Ganhamos respeito e reputação. 

A ausência de árbitro brasileiro na Olimpíada acontece logo depois do Mundial de Gwangju, onde também não tivemos nenhum representante.

Árbitro de Nataçãohttp://www.regrasdenatacao.com.br/
Olá, eu sou o árbitro de natação e adoro discutir sobre regras de natação. Leia, releia, discuta e conheça as regras que movimentam o nosso esporte.
RELATED ARTICLES

Most Popular

Recent Comments

ALCIDES PEREIRA DA SILVA on Vídeo: como é uma virada de costas regular
Lidyane Maciel on As categorias no Brasil
Bruno Gouvea on A saída de mergulho
Guilherme da Silva on Nado borboleta na categoria master
Maria Salete ribeiro on As categorias no Brasil
GABRIELA AMANCIO VELOSO on Como é calculado o índice técnico
Sandra Belarmina da Silva Rodrigues on As categorias no Brasil
Anonimo on Regras oficiais
Victor hugo on A saída de mergulho
Marco Túlio Vichinski Rocha on As categorias no Brasil
Gilson Ataides Rodrigues on As categorias no Brasil
Marcia on Regras oficiais
Fabiana Machado Santos on As categorias no Brasil
José Carlos on Regras oficiais
Eduardo Alvim on Regras oficiais
Marco Batista on Entre em contato!
Marco Aurélio Marques Batista on Entre em contato!
Marco Aurélio Marques Batista on Árbitros brasileiros relacionados na FINA
wendell de oliveira freire on Entre em contato!
luis on Regras oficiais
Erlon Pinheiro on Regras oficiais
paulo roberto de souza on Regras oficiais
Natan Cyrino Volpini on Entre em contato!
Natan Cyrino Volpini on Perfil: Marcelo Falcão
hudson furlanetto silva on Virada errada de costas
Fenelon Vieira de Carvalho on Como é feito um balizamento?
miguel on Regras oficiais
Ninfa Aliaga Tello on Perfil: Marcelo Falcão
arbitro on Regras oficiais
Eduardo on Regras oficiais
Fernando Franco on A saída de mergulho
Fenelon Vieira de Carvalho on Mudanças no nado peito
arbitro on Regras oficiais
Julio Cesar on A posição dos pés
Ronaldo Marra on A posição dos pés
arbitro on Trajes aprovados
celso dolivo on Trajes aprovados
Germano Colling on A posição dos pés
jose estevam simoes on Entre em contato!
Ernesto Lima Filho on Entre em contato!
LUIZ FERNANDO on As categorias no Brasil
Daniel Takata on Swim-off: o que é isso?
Alexandre on A saída de mergulho
Adalberto on Voltando a submergir
Adalberto on Regras oficiais
Andréa Coêlho on Regras oficiais