Você está aqui: Home » Nadador » As categorias no Brasil

As categorias no Brasil

Como são divididos os nadadores no Brasil?

Como em todo o mundo, os nadadores são agrupados por faixa etária. Essa divisão vem desde 1993, quando a Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos alterou as terminologias e faixas de idade para se aproximar do formato europeu. A idade que é informada significa que o atleta terá esta idade até o dia 31/12 do ano corrente. Ou seja, é muito natural encontrar nadadores com 11 e 12 anos nadando a mesma prova num determinado dia, porque o atleta de 11 anos ainda não comemorou seu aniversário naquele ano.

  • PRÉ-MIRIM: até 8 anos
  • MIRIM 1: 9 anos
  • MIRIM 2: 10 anos
  • PETIZ 1: 11 anos
  • PETIZ 2: 12 anos
  • INFANTIL 1: 13 anos
  • INFANTIL 2: 14 anos
  • JUVENIL 1: 15 anos
  • JUVENIL 2: 16 anos
  • JUNIOR 1: 17 anos
  • JUNIOR 2: 18 e 19 anos
  • SÊNIOR: 20 anos em diante

Muitas provas são nadadas em conjunto e então premiadas separadas, uma prática comum que visa principalmente agilizar a competição. Desta forma, as categorias são:

  • PRÉ-MIRIM: até 8 anos
  • MIRIM: 9 e 10 anos
  • PETIZ: 11 e 12 anos
  • INFANTIL: 13 e 14 anos
  • JUVENIL: 15 e 16 anos
  • JUNIOR: 17 a 19 anos
  • INFANTO-JUVENIL: 13 a 16 anos
  • JUNIOR-SÊNIOR: 17 anos em diante

Ainda é possível também encontrar competições com provas “absoluto” mas com premiação separada, nadando atletas de 11 anos com 18 anos, por exemplo.

No entanto, em nível sul-americano, a categoria permanece como antes de 1993:

  • JUVENIL A: 14 e 15 anos
  • JUVENIL B: 16 a 18 anos

Além da diferença na América do Sul, muita gente se perde durante o Multinations Swimming Meets, campeonatos realizados anualmente com o Brasil como convidado. Isso ocorre porque na Europa, além da divisão por faixa etária também agrupa-se feminino e masculino de forma diferente: para os nadadores de 16 anos – por exemplo – na mesma “categoria” enquadram-se as nadadoras de 14 anos, dois anos a menos. O motivo é fisiológico, porque o desenvolvimento das mulheres ocorre mais cedo que o dos homens.

Para os nadadores masters, a divisão de categorias ocorre agrupando atletas de 5 em 5 anos, partindo dos 20 anos:

  • PRÉ-MASTER: 20 a 24 anos
  • MASTER 25+: 25 a 29 anos
  • MASTER 30+: 30 a 34 anos

E assim por diante.

No caso de revezamentos, para as categorias pré-mirim a sênior funciona da mesma forma que em provas individuais: os 4 componentes tem que fazer parte de determinada faixa etária. Já no master, representa a soma de idades dos componentes:

  • PRÉ-MASTER ou 80+: soma de 80 a 99 anos;
  • 100+: soma de 100 a 119 anos;
  • 120+: soma de 120 a 159 anos;
  • 160+: soma de 160 a 199 anos;
  • 200+: soma de 200 a 239 anos;
  • 240+: soma de 240 a 279 anos;
  • 280+: soma de 280 a 319 anos;
  • 320+: soma de 320 a 359 anos;
  • 360+: soma de 360 a 399 anos;

Tecnicamente ainda existe a faixa 400+, mas não existe registro de recorde mundial de revezamento com esta faixa etária (imagina um revezamento onde 100 anos é o atleta mais “jovem”…).

Árbitro de Natação

Olá, eu sou o árbitro de natação e adoro discutir sobre regras de natação. Leia, releia, discuta e conheça as regras que movimentam o nosso esporte.

http://www.regrasdenatacao.com.br/

6 comentários

  1. Seria muito interessante que o blog aprofundasse esta questão da idade das categorias no Brasil.
    No post menciona-se que é natural que duas crianças com idade diferentes sejam classificadas na mesma categoria. Fiz uma pesquisa e verifiquei que nos EUA, Austrália e na Inglaterra, por exemplo, a idade, para fins de enquadramento na categoria é aquela do dia da competição. Assim assegura-se que todos os atletas naquele momento tem a mesma idade.
    Entendo que esta é uma questão importantíssima porque crianças que fazem aniversario nos últimos 3 meses do ano, no Brasil, tem evidentemente grande dificuldade de obter bons resultados nas categorias de base. Na fase de 8 a 14 anos, especialmente, 8 meses ou mais implicam um diferença significante no desenvolvimento físico da crianca.

  2. Nossa adorei o site eu faco natação me ajudou muito 🙂

  3. Olá,
    meu filho iniciou na natação aos 3 anos e, particularmente, acredito que ele nada muito bem.
    Gostaria de inscrevê-lo em clubes que possam ajudá-lo a se profissionalizar.
    Vocês podem me dar orientações para este processo e sugestões de clubes que pegam crianças, atualmente, com 8 anos?
    Muito obrigada
    Fabiana

  4. Tenho um filho que vai completar 11 anos em 01/08/2017.
    Ele pratica natação a dois anos e tem um rendimento,no meu ponto de vista bom.
    Onde ele treina não tem uma politica de competição,eu particularmente gostaria de
    introduzi-lo em competições.
    Tenho dificuldade de obter informações de torneios amadores nessa faixa etária.
    Sei que posso estar forra do contexto,mas gostaria de obter ajuda sobre esse assunto
    e assim competindo poderá ter mais visibilidade e mais tarde participar de alguma equipe.

    Desde já agradeço
    Gilson

  5. Muito didático. Ressalvo que em relação aos revezamentos “master”, existe a categoria “misto”, onde homens e mulheres integram a mesma equipe de revezamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *